#Palavras do Pai

Miragens (2)

Mt. 4:1-11.

Já No Novo Testamento, no livro de Mateus, nesta passagem vemos a tentação de Jesus. Sendo que diferentemente de muitos, não vou falar sobre tentação nesta passagem, mas sim sobre o que poucos percebem que ocorreu com Jesus naquele momento.

O Fato é: Existiu um momento em que Jesus estava a 40 dias no deserto, em jejum, então Ele sentiu fome. Naquele momento Deus permitiu que Jesus fosse tentado a transformar pedras em pães, a jogar-se de um penhasco e a ajoelhar-se para obter aquilo que por direito já era dele: tudo o que há no mundo, tudo o que Deus criou. Mas a verdade é: Jesus não foi tentado com coisas que estavam realmente ali com ele no deserto, Ele Foi tentado com puras e simples Miragens.

 

  • Miragens são ilusões de que se está em lugar bom, quando na verdade não se está. Nem sempre aquilo que está diante dos nossos olhos é a realidade. E Cabe a nós pedirmos a Deus visão pra enxergarmos o que nos rodeia e procurar uma saída para todo esse deserto e ainda por cima com tantas miragens que nos iludem e atrapalham.

 

Muitas vezes, nós por estarmos a muito tempo no deserto, começamos a gostar das miragens, pois elas aliviam a dor de estar em um deserto. A dor de não haver saída pra muitos problemas gera uma necessidade de se suprir essa dor com algo que traga alívio, e é ai que entram as miragens. Nada disso é real, mas muitas vezes nós não nos importamos, pois a dor é muito grande,e no momento tudo o que importa é faze-la “desaparecer”.

 

Pessoas no mundo inteiro acreditam que o prazer momentâneo é tudo o que importa e não se preocupam em perceber que só estão vivendo debaixo de miragens e que quando isso tudo acabar suas vidas continuarão vazias e sem sentido, até o momento em que conhecerem a Jesus, que nos dá um novo rumo e nos ensina como vale a pena viver perto DELE.

Nós por estarmos tão fascinados com o que as miragens nos apresentam, esquecemos do verdadeiro objetivo: Sair do Deserto.

Se estamos com dificuldades, problemas,dores, etc, o que devemos fazer não é preencher as nossas vidas com coisas supérfluas na tentativa de esquecer estas coisas, e sim procurar resolver tudo o que nos aflige para que nada disso volte a nos atormentar. ”Não adianta colocarmos pedras sobre nossos problemas,porque,um dia,ao retiramos essas pedras,perceberemos que os problemas ainda estão ali,no mesmo lugar.”

O Povo de Israel, ao entrar no deserto, logo sentiu saudades das “Miragens” que eles viam na Terra do Egito. E os filhos de Israel disseram-lhes: Quem dera tivéssemos morrido por mão do SENHOR na terra do Egito, quando estávamos sentados junto às panelas de carne, quando comíamos pão até fartar! Porque nos tendes trazido a este deserto, para matardes de fome a toda esta multidão.” (Êxodo 16:3)

Muitas vezes,quando Deus nos põe à prova, nós mesmos sentimos falta do momento em que não tínhamos a Salvação, e é normal do Ser humano querer se apegar àquilo que lhe é palpável e não aguardar coisas futuras que lhe parecem incertas, como as promessas de Deus, por exemplo.

(continua…)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s