#Palavras do Pai

A verdade dói

Tirinha pra descontrair antes de falar sério ;p

Ingratidão não deveria nos definir. Dependentes deveríamos ser. Gratidão deveria ser o nosso sobrenome.
Fé é o que deveríamos ter. Confiar deveria ser a nossa atitude.

Com tantos “deveres”, o que temos realmente feito? Não agradecemos pelo que Ele é, pelo Seu amor para conosco, pelo ar que respiramos, por nada! Só sabemos pedir, pedir, pedir e reclamar quando a NOSSA vontade não se concretiza, quando os NOSSOS planos falham, quando os NOSSOS sonhos não se realizam, quando o NOSSO eu não se satisfaz.

Crer em algo invisível aos nossos limitados olhos torna-se impossível. Passamos a depender de tudo, menos do único que pode mudar qualquer coisa verdadeiramente. Depositamos nossa confiança em amigos, em bens, em pessoas, em faculdade, em amores, em trabalhos, mas não confiamos em Deus quando Ele nos pede pra descansarmos nEle.
O que mais precisará ser feito, ser visto, ser lido, pra entendermos que a vontade dEle é a melhor coisa que podemos querer?

“Que as nossas vontades coincidam, mas se não se coincidirem, que a Tua permaneça.”

Porque é tão difícil querer a vontade de Deus? Porque, em geral, graças a nossa natureza humana e pecaminosa, tendemos a andar na contramão do caminho que devemos seguir. Porque achamos que a nossa vontade é o melhor pra nós, nos achamos capazes de saber das nossas necessidades, e estamos tão cheios de nossas opiniões, tão cheios de EU ISSO, EU AQUILO, que esquecemos que quem tem que diminuir é o nosso Eu! Com tantos achismos, não nos sobre tempo pra parar de achar e ter convicção em Cristo.

Esquecemo-nos de tirar nosso umbigo do centro e focar em Deus. Esquecemos que a vontade dEle é boa, perfeita e agradável apesar de, em princípio, essa afirmação parecer falsa. Esquecemos que Ele não precisa da nossa ajuda porque Ele é o TODO PODEROSO, não nós. É difícil admitir que somos “zé-ninguéns”, que somos uma pequena partícula no mundo, que somos nada! Não importa o quão bem você ganhe, o quão bem você more, o quão alto seja o seu salário, o quão reconhecido seja o SEU nome, você só será alguém quando reconhecer Deus na sua vida, quando reconhecer que é graças a Ele que você tem o que tem e é o que é.

Esquecemos-nos de tantas coisas, que trocamos um relacionamento sincero com Deus pelo que o diabo nos oferece, achando que vamos saciar a nossa fome com um banquete, quando na verdade estaremos assinando nossa sentença de morte aos bocados, pois esse banquete não é gratuito, custa nossa alma.

Parece extremista, parece cruel demais, pode até ser um tapa na cara de alguns, mas saber da verdade dói. Mas pra toda ferida, há a cura, e apesar de tantas “verdades” doídas, eu posso te apresentar a Verdade que sara, que liberta e que fortalece: Jesus. Vamos repensar nossos valores, nossas vontades, e pedir que Ele venha ter o total controle de nossas vidas.

“Se você quer que Deus te guie, esteja disposto a seguir seus passos”

Fiquem na paz :)

Um comentário em “A verdade dói”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s