#Palavras do Pai

Substituição

Depois de umas conversas e reflexões, pensei numa coisa que pretendo explicar aqui.

Existem muitos cantores evangélicos no meio gospel que cantam músicas de própria autoria ou regravações. Muitas delas são com palavras de ânimo e fé pra fortalecer aqueles que a ouvem para que possam, assim, “caminhar mais uma milha”.

Esse fato me intrigou. Muitos sentem a necessidade de palavras desse tipo vindas de pessoas, músicas ou textos, mas não buscam esse mesmo ânimo no Senhor.

A Palavra nos diz que a alegria do Senhor é a nossa força (Neemias 8.10), que podemos tudo naquele que nos fortalece (Filipenses 4.13), que aquele que começou a boa obra a aperfeiçoará (Filipenses 1.6), que devemos nos alegrar nas tribulações (I Pedro 1.6), que as bençãos do Senhor nos alcançarão (Deuteronômio 28.2), que o Senhor é a nossa força (Salmos 27.1) entre tantas outras promessas, então por quê, muitas das vezes, as pessoas procuram em canções, amigos ou em blogs uma força que só poderá ser encontrada em Deus?

Deus usa músicas, amigos e blogs sim! Glória a Deus por isso! Quantas vezes eu mesma não ouvi uma música que tocou no ponto que eu precisava, quantas vezes amigos foram canais de Deus pra minha vida e eu pra deles ou quantas vezes fui abençoada com blogs? Muitas, muitas mesmo, graças a Deus. Não tô dizendo aqui que vai ser pecado você ouvir ou ler nada disso, mas há um ponto em que isso se torna um hábito ruim e vou explicar o motivo.

A maior boca de Deus nessa terra é a Sua palavra! Não podemos fazer nada disso substituindo a leitura da Bíblia ou um momento de oração com o Pai. Vai chegar a um ponto em que músicas e textos não te satisfarão mais e você precisará da força que vem direto de Deus. Nem sempre teremos um amigo pra ser usado, ou internet pra ler um blog, ou um radiosinho que seja, pra ouvir uma canção. E nessa hora você vai fazer o que? Desistir de tudo porque precisa de forças e não tem onde encontrá-las? NÃÃÃÃÃÃO! 

É por isso que eu digo que nada disso pode ser usada sempre como única fonte de ânimo, forças ou fé. Antes de haver o sol, já existia o dia. O sol foi criado depois disso como um “ponto” que mais tarde identificaria o dia. Deus é o “dia”, a força suprema, e todos os exemplos citados são apenas “pontos” através dos quais Deus se manifesta, mas é necessário entender que NADA disso pode ser substituído pelo contato direto com Ele. É via livre gente! De graça! É só tirar um tempinho pra bater um papo, pra ouvi-lo um pouco após ler a palavra.

Não percam a intimidade com Deus, não troquem o Criador pela criação.

Fiquem com Deus :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s