#Palavras do Pai

Fracasso com Deus #22

Fracasso é uma palavra quase proibida no vocabulário do cristão. Versículos como “somos mais que vencedores”, “Ele nos conduz em triunfo” ou “tudo coopera para o bem”, (quando mal interpretados) parecem sustentar esse tipo de pensamento onde o crente não pode se frustrar ou fracassar porque isso provaria que Deus não está com ele. E pior ainda, muitos, com medo de dar mal testemunho frente a essas teorias, omitem (e até mentem – dando testemunho ainda pior) seus objetivos não atingidos para não saírem como perdedores diante das pessoas e assim “envergonharem o nome de Deus.”

Na real: fracassamos sim, e muito! Independente do que pensam ou digam o fracasso é real para qualquer pessoa e o cristão não é um tipo de super-herói imune a esse tipo de evento. Do cristão ao ateu, todos já passaram por algum tipo de fracasso. Quantos deles se sucedem sobre nós dia após dia? Uma porta de emprego que não é aberta, uma reprovação, a não promoção no trabalho, um aborto espontâneo para uma mãe que aguardava pelo seu filho… Poderíamos enumerar milhares deles.

A verdade é que nós, humanos, tendemos ao fracasso naturalmente. Tanto que vivemos uma luta incessante todo dia para que as coisas “deem certo”. A verdade maior é que Deus, mais do que nós, espera que fracassemos. Isso porque Ele sabe que somos falhos, fracos, mentirosos, egoístas, inconstantes, limitados e medrosos. Nós que queremos esconder essa verdade. Não gostamos de admitir, e por isso acabamos omitindo, sem lembrar que Ele nos conhece e sabe de tudo isso.

A parte importante é que o poder de Deus é manifesto em nós exatamente em situações adversas, onde, ainda que o pior aconteça, nós não saímos frustrados. Vou explicar… Quando a gente deposita nossa segurança (e confiança) em Deus, sabemos que o bem – e o mal – que nos acontece são necessários e mais ainda, o caminho do propósito eterno para nós. Assim, a tristeza pode até aparecer de vez em quando, mas não consegue tomar conta do nosso coração nem roubar nossa alegria; porque não somos movidos pelas circunstâncias favoráveis, mas pelos propósitos celestiais e exclusivos para nós [ aquilo que não vemos ;) ].

As dificuldades ensinam e a fé é fortalecida no meio delas. Depois de algumas experiências um pouco dolorosas, posso afirmar que minha fé foi aumentada baseada no meu passado. Pra muitos “o passado condena”, mas graças a Deus que a condenação não existe para quem está em Cristo! (hehe) O que já vivemos nos serve como combustível: aquilo que Deus realizou em nós vai nos conduzir ao futuro de glória!

Enfrente os fracassos sem vergonha ou tristeza. Entenda que eles fazem parte do processo de Deus para sua vida: é o trabalhar dEle no seu caráter. Eles testam suas reações e te preparam para dificuldades maiores (sim, elas virão também). Os fracassos podem ser o fim para aqueles que desistem, mas para os que confiam, é mais uma oportunidade de experimentar a força divina que só é manifestada diante da fraqueza humana. Tá aí: prove do sobrenatural vivenciando as crises e frustrações sem medo (ou culpa)! Deixe o controle nas mãos de Quem sabe o que fazer!

(Isadora Bersot)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s