#Palavras do Pai

O poder do testemunho – aqui não é o seu lugar (parte A) #24

“(a) Amigos, este mundo não é a casa de vocês, por isso, não se sintam à vontade nele. (b) Não deem espaço para o ego à custa da sua alma. Vivam uma vida exemplar entre os descrentes para que o comportamento de vocês refute o preconceito deles.” 1 Pedro 2:11 (A mensagem)

(a) Amados, insisto em que, como estrangeiros e peregrinos no mundo, (b) vocês se abstenham dos desejos carnais que guerreiam contra a alma.” 1 Pedro 2:11

Decidi dividir esse post em duas partes porque quero falar de dois assuntos diferentes baseados nesta mesma passagem bíblica. Hoje escrevo sobre a parte a, sublinhada acima:

Também pôs no coração do homem o anseio pela eternidade; mesmo assim este não consegue compreender inteiramente o que Deus fez. Eclesiastes 3:11

Todo homem tem o desejo pelo eterno colocado pelo próprio Deus. Costumo pensar que quando o Criador soprou o fôlego de vida, soprou também os anseios do Seu próprio coração. Com isso Ele que é Eterno, nos faz ansiar pela eternidade (e por Ele próprio, afinal).

Um crente hoje que se conforma com bebedeira, orgia, impureza sexual, feitiçaria e tantos outros pecados que tem contaminado o mundo, certamente já perdeu a visão no meio do caminho. O crente que não tem saudade do céu e nem a consciência de que não nasceu pra viver aqui, como Pedro nos ensina, está á vontade em um mundo que caminha a passos largos para a destruição! O inconformismo com o século presente é o mínimo sinal que um crente deve manifestar.

Terra e Céu são completamente opostos. A inda que o céu possa ser manifesto na terra, o contrário não acontece! É impossível que a terra penetre o céu, e é por isso que também não pode penetrar o nosso coração. Vivemos nesse mundo, mas não somos daqui. Essa vida é sua uma escala em direção a um destino eterno.

Se eu e você não entendermos que aqui é tudo passageiro e não representa nem 0,1% da eternidade, vamos viver como se a morte representasse nosso fim. Viver adoidado nesse mundo sem pensar no futuro de glória é pura perda de tempo. Pode garantir prazer agora, mas a morte é certa em todos os sentidos.

Entenda sua identidade como filho. Aceite seu destino como cidadão do céu.

Obs.: Amanhã escrevo sobre como seu amor ao céu vai representar um testemunho de poder na terra! Até! :D

(Isadora Bersot)

Um comentário em “O poder do testemunho – aqui não é o seu lugar (parte A) #24”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s