#Palavras do Pai

O poder do testemunho – vivendo entre eles (parte B) #25

“(a) Amigos, este mundo não é a casa de vocês, por isso, não se sintam à vontade nele.
(b) Não deem espaço para o ego à custa da sua alma. Vivam uma vida exemplar entre os descrentes para que o comportamento de vocês refute o preconceito deles.” 1 Pedro 2:11 (A mensagem)

(a) Amados, insisto em que, como estrangeiros e peregrinos no mundo,
(b) vocês se abstenham dos desejos carnais que guerreiam contra a alma.” 1 Pedro 2:11

{Leia aqui a parte 1 desse texto} Hoje falaremos sobre a parte b:

Viver uma vida exemplar para muitos é seguir uma lista de regras daquilo que é e não é permitido, mas na verdade vai além disso. Existe em Salmos uma passagem que fala sobre não se assentar na roda dos escarnecedores. Muitos entendem isso como não ter amizades com pessoas que não professam a mesma fé que a sua. O que o autor quer dizer aqui é para que nós, como cristão, não façamos o mesmo que esse grupo de pessoas (que escarnecem da fé, de Cristo e da própria Bíblia). Pedro completa o salmista (ainda que despropositadamente) nos garantindo que só acabaremos com o preconceito vivendo uma vida exemplar entre eles! É necessário estar perto e caminhar junto.

Como um descrente conhecerá a Jesus sem que um crente dê testemunho da sua conduta? Pedro nos direciona a nos abster dos desejos carnais. Sabemos que existem caminhos de morte, e é claro que nossa carne não caminha para o céu. Por isso que, quando morrermos, a carne fica, o Espírito que sobe. Os passos do Espírito são os únicos que nos levam à eternidade. Por isso devemos ser “seres espirituais”. Não digo que devemos nos colocar dentro de uma bolha ou subir num pedestal de santidade, porque assim geraremos os preconceitos que pretendemos refutar; e sim que devemos ser exemplo “na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza.”

Como diz em Romanos 14, entre algumas pessoas, talvez seja necessário que você se abstenha até daquilo que é permitido! Comporte-se como um cidadão dos céus. Caminhe de forma que a sua conduta inspire outros a quererem ser como você. Se você seguir o exemplo de Cristo, outros serão atraídos pelo seu exemplo. O seu testemunho diante dos homens denuncia o seu futuro eterno. Não fuja, Deus quer usar você!

O poder de testemunho pode tirar ou dar vida. Transforme a sua em um testemunho de poder!

Encerro com um trecho de 1 Coríntios:

“Logo, que prêmio tenho? Que, evangelizando, proponha de graça o evangelho de Cristo para não abusar do meu poder no evangelho. Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais.
E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei. Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei.Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele.” 1 Co 9

(Isadora Bersot)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s