#Cartas a Igreja

Para Esmirna #29

(Leia “Para éfeso“)

Apocalipse 2:8-10

E ao anjo da igreja em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu:
Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás. Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.

esmirnaAi, que lindo! Esmirna é a única das 7 igrejas contra a qual Deus não teve nenhuma reclamação ou advertência. Pelo contrário, a mensagem de Deus para ela foi: “não tema!” Uma palavra de perseverança para um uma igreja perseguida e que vivia em dificuldade pelo nome de Cristo. A gente admira de longe, mas nos recusamos a seguir o exemplo.

Poucos de nós aqui no Brasil enfrentamos a realidade de perseguição vivida por Esmirna.  Em países onde pregar, ler a bíblia ou simplesmente crer em Deus são proibidos, torturas e mortes são reais. Creio que a mensagem dEle para os mártires do nosso tempo seria a mesma: “não temas o que hás de padecer”. Quando me coloco na posição de ouvinte dessa mensagem, sinto medo. Medo porque eu sou perseguida, pobre, vivo em tribulação e sou blasfemada; e ainda assim tenho que me preparar pra mais um período de ‘trevas’. É como se você esperasse uma palavra de conforto dizendo: “Ei, calma! Acabou! Estou mudando a sua sorte!”, mas acaba ouvindo um “Aguenta só mais um pouco. Vai piorar, mas tá quase acabando!”.

Muitos de nós, por mais que recebêssemos palavras de encorajamento, se sentiriam tentados a fugir. Não é isso que fazemos hoje em dia? Diante de alguns poucos problemas, desistir torna-se nossa primeira opção de escape. Mas quando Deus diz “não temas”, mesmo temerosos do que virá, nós conseguimos permanecer firmes porque a fidelidade nos garante a coroa da vida.

Já ouvi e li alguns livros e matérias sobre torturas pela fé professada. Alguns gritavam e gemiam de dor, outros (assim relatado pelos espectadores) ficavam em paz e louvavam. Ainda que o corpo físico fosse massacrado, a fé em Deus não pode ser arrancada por mãos de homens. Essa fé que fazia Esmirna prevalecer diante das dores e que faz os mártires suportarem até a morte, é a mesma que vai te fazer prevalecer diante da provações. Ainda que com medo, aguente firme! Nenhum sofrimento é em vão.

(Isadora Bersot)

Instagram | Facebook | Twitter | Ask

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s