#Palavras do Pai

Um parêntese de conselho #43

Saiba aproveitar os presentes de Deus pra você. A aprovação divina se manifesta em perseguição, mas também em cuidado. O sofrimento é inevitável, mas não eterno. A plenitude é vivida pelos que discernem entre o mal que coopera e o bem, em si.

Ser feliz não é pecado. Admirar a criação não é pecado. Ser surpreendido não é pecado. Se deleitar nEle não é pecado. O tempo do trabalho chegará. Saiba discernir o propósito de Deus pra cada experiência que Ele te concede. A religião aprisiona porque faz pensar que aproveitar as dádivas concedidas é fugir do foco no estabelecimento do Reino de Deus; mas aquele que tem a mente de Cristo enxerga além dessas grades expostas (não impostas, veja bem.)
Somos livres pra pensar, graças a Deus!

Antes da colheita, há o tempo do arado, mas o solo também precisa de descanso para não se tornar estéril. Mais que isso: você precisa saber onde está pisando. Onde as religiões, dogmas e tradições predominam, não se faz necessário mais uma para contabilizar. Só o amor reconhece a necessidade de descanso de um povo. O descanso liberta, purifica e prepara para a nova colheita. De frutos permanentes, em nome de Jesus. Tudo por Sua graça.

(Isadora Bersot)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s