#Palavras do Pai

Íntimos #67

Tomar decisões não é tarefa fácil pra ninguém. Por mais que se pondere opiniões, posturas… Sempre é um risco. Eu me lembro quando, na infância, estava em dúvida sobre alguma coisa, mas isso não durava muito tempo até que meus pais me dissessem o que fazer. Quando cresci um pouco, poupava questioná-los: eu os conhecia. Eu sabia seus valores, conceitos e crenças. Eu sabia como agradar – embora não fizesse isso sempre (rs). Eu não precisava ouvir mais suas vozes porque suas ideias já estavam bem marcadas no meu coração.

Existe um som que nos guia pela Verdade, mas assim como a dos meus pais hoje, nem sempre a voz de Deus será plenamente audível. O principal objetivo  do Senhor não é que saibamos somente reconhecer Sua voz, mas seguir suas instruções ainda que Ele mantenha silêncio. Quando você tem um amigo íntimo, sabe o que ele falaria diante de uma situação de crise;  como ele agiria diante de uma injustiça (…);  a convivência torna seus relacionamentos maduros e dispensa muitas explicações.

Deus não precisa colocar placas ou gritar com megafones (/profetas :p) quais sãos os Seus desejos. A tarefa em nos encontrar nEle é nossa! A ovelha conhece a voz do seu pastor, mas nós devemos conhecer também Seu coração.

Se você perguntar pra sua mãe, saberá que é muito mais recompensador saber que seu filho a obedece ainda que ela não esteja presente. O coração que semeia um relacionamento à dois com o Espírito Santo “antecipa” suas respostas porque entende Seus sinais.

(Isadora Bersot)

PTG_logo2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s