#Palavras do Pai

Não sou chamado pra fazer o que gosto #71

Deus não nos chamou para fazermos aquilo que amamos, mas aquilo pro que fomos chamados pra fazer. Temos a tendência de imaginar que se Deus nos deu afeição por alguma coisa específica, significa que essa coisa será um meio de evangelismo, e nem sempre é assim.

Se fizéssemos tudo que gostamos, certamente cairíamos na armadilha de que somos suficientemente capazes de realizar sem capacitação do Alto. Nossa habilidade natural pode ser usadas até mesmo para incrementar o nosso chamado de alguma forma, mas não podem jamais se tornar o nosso chamado(!), porque se em algum momento perdermos nossas habilidades, isso pode culminar na morte do que o Senhor reservou pra nós.

O chamado não é uma facilidade, mas um desafio ao qual todo cristão precisa se permitir e estar disposto a passar. Usando meu exemplo pessoal, hoje eu faço muitas coisas pelas quais não tenho gosto; mas sou plenamente realizada em Deus porque sei que Ele me chamou pra isso! A convicção do chamado e total dependência do Espírito Santo nos faz viver experiências que talvez nunca teríamos se estivéssemos somente fazendo aquilo que gostamos.

Não se trata de barganhar com o Pai pra fazer aquilo que se gosta, mas de descer a casa do Oleiro e descobrir o que Ele planejou pra você. Entendi que podemos até fazer o que não gostamos, mas aprenderemos a amar aquilo que fomos chamados pra fazer.

(Isadora Bersot)PTG_logo2

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s