#Palavras do Pai

Sabemos pouco sobre a eternidade #112

​Se devemos saber para onde estamos indo, por quê sabemos tão pouco sobre a eternidade

Somos tão limitados. A gente pensa no sofrimento de hoje, nos planos do amanhã, reviramos o passado e pensamos pouco em como o que somos (e não o que fazemos) tem sido uma bússola que aponta para onde vamos. Nos dizem: “vivam o momento!”, “aproveite essa oportunidade”, “se joga!“, mas quantos nos aconselham a sermos prudentes e cuidadosos com o dia de amanhã? 

Somos cheios de “dedos” pra falar sobre o que é eterno porque existe uma eternidade que queremos fingir a inexistência. Lembramos do céu mas esquecemos  do inferno. Não por temor a Deus ou a Satanás, mas por descuido com nossas próprias almas. 

Eu creio no sangue de Jesus que nos limpa de absolutamente todo pecado. Creio na regeneração do homem. Creio no arrependimento genuíno. Creio que Deus pode mudar completamente a nossa vida ou convicções enquanto lenos este texto, se Ele quiser. Mas eu também creio no poder do mal. Eu também creio que existem forças malignas lutando ferozmente contra nós. Creio que a eternidade é real. Muito real. E pode ser tão intensamente perfeita como pode ser intensamente cruel. Não por culpa de Deus ou do Diabo, mas pela nossa. 

Somos ovelhas na presença de leões rugindo para nos devorar. Podemos pecar, desanimar ou falhar e nos tornarmos sua refeição; mas também podemos aceitar o encargo que nos foi concedido como filhos de Deus. Na perspectiva da eternidade, você está caminhando pra onde? E o que vai fazer pra mudar isso? 

(Isadora Bersot)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s