#Palavras do Pai

Perseguindo a revelação #132

Detalhes, definições e experiências não trazem respostas. Enquanto homem de carne e osso era fácil dizer quem era Jesus, mesmo que se confundisse na multidão. Mas, e agora? Por onde Ele anda? É até bonitinho dizer que Ele está no olhar de crianças, nos quartos de hospital, nas favelas… E sim, Ele está; mas não de forma restrita.

Nossa dificuldade em servir aos homens está em não reconhecermos Jesus no rosto de quem nos cerca. Se a Bíblia nos direciona a fazer tudo para glória de Deus, por que odiamos nossos chefes, xingamos nossos políticos, cometemos pequenas corrupções? Por que furamos fila, matamos aula e mentimos? Por que não fazemos nossos serviços domésticos, respondemos aos nossos pais e consentimos com o pecado?

É bonito participar de um ministério, ajudar um irmão carente, aconselhar um amigo que anda afastado, mas para além dessas coisas “naturais”, dessas boas ações, a gente consegue perceber Deus confirmando nosso ministério fora dos lugares comuns? Fora da igreja, da liderança de um ministério? Conseguimos amar quem nos odeia? Profetizar bençãos sobre quem deseja o nosso mal?

Ainda existe um abismo enorme entre quem somos e quem gostaríamos de ser. O desafio de amar quem nos persegue e até mesmo os nossos inimigos é facilitado se conseguimos ver Jesus. É difícil enxergá-lo na vida de um assassino, um político ladrão ou em uma mãe que abandona seus filhos, mas enxergá-los como devemos nos ensina mais sobre a graça. O mistério é ver Jesus até em quem não parece revelá-Lo.

Afinal, o que seria do mundo se todos fossem missionários integrais no campo? O que seria dos hospitais sem médicos, das escolas sem professores, dos tribunais sem advogados? Realizar bem, com responsabilidade, compromisso e temor, nossas tarefas diárias transformam nossos atos simples em atos de justiça.
A missão é onde você está. Fazendo o que você faz. Convivendo amavelmente com quem te cerca. Perseguindo, e principalmente revelando, o Cristo.

(Isadora Bersot)
Facebook | Instagram

 

2 comentários em “Perseguindo a revelação #132”

  1. É isso mesmo, Isa. Sensacional suas palavras e linka com o que meditei hoje e com o que o Espírito tem me revelado. Obrigada por trazer alimento espiritual para nossas vidas 🙂
    “Realizar bem, com responsabilidade, compromisso e temor, nossas tarefas diárias transformam nossos atos simples em atos de justiça.” > mexeu comigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s