#Palavras do Pai

Não é matemática #139


Vidas são mais importantes que papéis. Não são números. 

São gente

Carne. 

Osso. 

Alma

História. 

É perda de tempo pensar “por que eles vêm?”, mesmo sabendo dos motivos tenebrosos por trás de seus exílios. A questão é: “o que faremos agora que chegaram?” Ou melhor, agora que “se tornaram”?

O ser refugiado não é uma escolha. É a falta dela. 

Se ainda não conseguimos acabar com a guerra e os males do mundo, que façamos o possível pra reduzir suas consequências. Somos todos iguais.

(Isadora Bersot)

Foto @santipalacios 

Acesse também Lab. Migrar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s