#Palavras do Pai

Soberania e permissão #174

Tendemos a crer que a soberania de Deus é manifestada nos bons acontecimentos da vida, e a permissão dEle, nos ruins. Com isso, cria-se uma imagem errada de quem Deus é e do que Ele faz/quer.

Particularmente, acredito que Deus pode desejar coisas ruins e permitir boas. Mas, como? Você deve estar se perguntando. Deus não é completamente bom? Como Ele vai desejar o meu mal? Pois bem… Quem Ele é, o que faz e muitas das coisas que deseja não são enigmas, são características reveladas através da Bíblia. E por esse motivo, posso afirmar que o Bem dEle muitas vezes percorre caminhos considerados por nós como maus.

Paulo enfrentou perseguições, naufrágios e toda sorte de tribulações. José foi vendido pelos próprios irmãos e “esquecido” na prisão. Daniel passou por uma cova de leões. A vida deles, de tantos outros, e do próprio Jesus, nos revela percursos de dores e aparentes fracassos que contribuíram para a propagação do Evangelho do Reino na Terra, tanto que temos seus escritos, relatos e testemunhos até hoje como documento da nossa fé.

Não estou aqui dizendo que Deus deseja a feitura de males como abusos, sequestros, assassinatos, roubos, traições, e etc… Ele continua sendo um Justo Juiz que há de julgar tudo no Grande Dia. Mas a Bíblia está repletas de absurdos como esses. No entanto, eles não se tratam de um espelho de Deus, mas de um reflexo da humanidade sem Ele. Daquilo que eu e você somos capazes de fazer, ainda que declaremos “eu jamais faria isso!”

Esses tipos de percalços invadiram a vida de muitos cristãos, e seriam motivos “mais do que suficientes” para fazer muitos “crentes” hoje desistirem de um ministério, saírem da igreja ou clamarem por justiça (disfarçando a vingança), declarando em alta voz que “Deus os abandonou”. Nem todos, mas a maioria deles continuou confiando no imutável, constante e amoroso Deus. E puderam receber, de perto, os tesouros escondidos nos vales da dor.

O que interpretamos como castigo pode ser transformado, através da Graça Divina, em bênção, custeada a preço de sangue. Provavelmente você conhece cristãos hoje que já viveram profundos traumas e decepções (abusos, problemas familiares, doenças graves…). Se não, pesquise (e ore muito!) sobre a Igreja Perseguida.

Seja fiel e permaneça nEle. Só Deus é capaz de transformar em bem todo o mal que fazem contra nós, a fim de que não sejamos nós os algozes, mas reflexos dEle a quem nos feriu.

(Isadora Bersot)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s