#Palavras do Pai

Pra onde eu irei, se não tenho pra onde voltar? #189

“Me tirou o medo
Novas sandálias e disse VAI!
E eu me despedi dos meus pais
Eu queimei minhas carroças
E eu afundei meus barcos no cais
Pra onde eu irei se eu não tenho pra onde voltar?”

Essa música foi o melhor achado desse ano que já se finda. Minhas lembranças são esperanças. Eu costumo dizer que tudo que Deus já fez na minha vida me mantém de pé pra crer que Ele ainda fará o que já disse, mas não fez.

Eu poderia contar muitos testemunhos de tudo que vivi nos últimos anos, alguns deles você encontra aqui mesmo, no blog, mas prefiro te deixar com essa canção agora.

No final das contas, a gente só tem a Deus. E esse não é um motivo pra se lamentar (pela falta de amigos, distância, dificuldades financeiras, sofrimentos gerados pela escolha consciente e cheia de fé em Deus, etc.), mas pra glorificar, pois Cristo é tudo em nós.

A vida abundante com Deus é real! Todo cristão vai precisar se despedir, perder o que ama, arriscar a vida. Mas também vai viver o que só vive quem se entrega ao Chamado divino: a providência e o cuidado sobrenatural, a superação do medo e da dor, a alegria plena – que não se apoia nas circunstâncias, mas no Criador.

Deus pode fazer coisas incríveis em e através de quem obedece uma ordem e vai. A multiforme graça de Deus também se manifesta multimodalmente na vida do crente. Sua jornada nessa terra pode ser incrível! Acredite. A vida com Deus é uma caminhada de conhecimento e reconhecimento diários, seu e dEle.

(Isadora Bersot)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s