#Palavras do Pai

“Como a alva, Sua vinda é certa” #254

Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.

Oséias 6:3

São tantas más notícias, que só mesmo recorrendo ao Deus de toda esperança! Ontem, quando ouvi esse versículo, fui verdadeiramente consolada.

Desde a queda do homem — o surgimento do pecado –, perdemos o equilíbrio: criação e criaturas. Multiplicamos o mal, somos alcançados pelas dores, somos tentados nos mais perversos sentimentos. Também ficamos suscetíveis à injustiça, temos dificuldades em provar e viver o verdadeiro amor (que só pode vir daquEle que É o amor: Deus).

A verdade é que tanto os filhos de Deus quanto os que não O reconhecem como Senhor estão imersos num mesmo mundo que jaz do maligno. O sol nasce para todos e a chuva também vem. Independentemente de crença, fé ou religião, enquanto humanos temos vidas muito semelhantes, contudo temos expectativas geralmente bastante diferentes.

No versículo destacado, o profeta Oséias professa: “como a alva, Sua vinda é certa!” O Segundo Adão — Jesus — em breve retornará, concluindo o plano perfeito do Senhor de resgate da humanidade (se há algo que realmente precisa ser resgatado em todos é o senso de humanidade…, mas a salvação do Senhor será realmente um resgate humano completo). Por fim, esta é a esperança última do cristão: a chegada do Rei dos reis que é capaz de redimir a Terra e o homem, de modo que finalmente experimentemos a completude final de viver num reino de Justiça, Paz e Alegria.

A esperança do cristão é, ainda, o porvir, não o presente momento. Esse é o tipo de bênção que só será vivido realmente por Quem crê no Deus de toda esperança. Olhar para esta terra é sinônimo de dor, preocupação e medo. Olhar pros céus é saber que isso tudo passará. Ajustemos nossos olhos, então! Fixemos nossos corações e mentes no Cristo que venceu a morte e que é o maior exemplo de abnegação, amor, obediência.

Nós não precisamos estar perdidos neste mundo cruel, lançados ao acaso, confiantes num universo sem poder. Existe um porto-seguro, e podemos ancorar nossas vidas e almas em Jesus.

(Isadora Bersot)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s