#Palavras do Pai

Podemos todas as coisas! (mas com uma condição) #268

É comum ouvir e até pregar que devemos nos entregar por completo a Deus, de modo que não escondamos dEle (seria impossível!) os cantos mais escuros da nossa alma — aqueles que tentamos, sempre que possível, esconder de todos! Pensemos juntos: o Senhor já conhece tudo, absolutamente tudo sobre nós. Fomos criados por Ele, mas temos uma vida distorcida pelos efeitos do pecado neste mundo. Não somos, ainda, tudo que Ele deseja que sejamos, mas, mesmo assim, já somos inteiramente amados. Isto não é maravilhoso?!

Somos egoístas, avarentos, rancorosos. Buscamos nosso próprio bem mais que o bem do nosso próximo. Não oramos pelos que nos perseguem e sequer abençoamos aqueles que desejam nosso mal. Somos mesquinhos, maus, insensíveis. Não lidamos bem com as frustrações e tendemos a cultivar nossa ira por um longo tempo. Temos dificuldades reais em perdoar, ainda que racionalmente entendamos que esse não é o caminho correto a ser seguido. A lista é infinita…

De todo modo, por conhecermos a nossa própria humanidade, falamos aos quatro ventos que devemos entregar essas coisas como um sacrifício diante do Deus de Amor. Sem dúvidas, o Espírito Santo opera em nós, de modo que podemos ser absolutamente transformados por Seu poder. E sim, devemos apresentar cada canto escondido e do qual nos envergonhamos ao Senhor. Nada é inútil para Ele. Nada! Isso quer dizer que até mesmo o que é desprezível para nós, especialmente a nosso próprio respeito, pode ser uma ferramenta útil para algo poderoso e graciosamente bom nas mãos do Redentor.

Talvez isso seja fácil de aceitar, mas não tanto quanto a ideia de que devemos, igualmente, entregar ao nosso Pai tudo de melhor que temos — cientes de que não há nada de bom em nós que não tenha sido um presente divino. Por termos alguns talentos ou aptidões para determinadas áreas, podemos correr o risco de cair no limbo da autossuficiência: “Deus, nisso eu sou boa. Fica tranquilo e não precisa se meter aqui não. Tenho muitos outros problemas que precisam da Sua intervenção milagrosa”. Vivemos numa geração que prega “você quer, você pode!”, “você é capaz”, falamos de “empoderamento”, gritamos a quem quiser ouvir que “somos o que queremos e ninguém tem nada a ver com as nossas escolhas!” Que grande perigo corremos!

A verdade é que confiamos demais em nossa humanidade tão débil, nesse corpo tão fraco em que habitamos. Nas nossas capacidades, inteligência, em nosso currículo. Em nossos talentos, nas obras de nossas mãos, em movimentos sociais, em ideologias. Quando a Bíblia fala que “maldito é o homem que confia no homem” (Jr 17:5), também podemos entender como um alerta contra a autoconfiança. Será que você não tem confiado demais na força do seu próprio braço?

Por fim, lembre-se disto: o Senhor nos deseja por inteiro, o que inclui o que de bom há em nós. Mas, como registrou Tiago (1:17), “Tudo de bom que recebemos e tudo o que é perfeito vêm do céu, vêm de Deus, o Criador das luzes do céu.” Então, qualquer coisa que façamos para o Senhor é nada mais nada menos que uma resposta — sempre incompleta e falha — ao que antes Ele fez e deu por nós, ou seja, a salvação em Cristo Jesus. “Por sorte”, Ele não espera de nós perfeição nem nada que não possamos entregar, mas sinceridade e arrependimento genuínos. Nele, somente nEle e para a glória dEle, podemos todas as coisas.

(Isadora Bersot)

Se você ainda não estava sabendo, em dezembro lancei o Devocional Nós e Ele, com mais 8 mulheres do Brasil! Foi escrito por e para mulheres, com o objetivo de abençoar sua vida. É interativo, tem espaço para anotações nos 366 dias e, além de ilustrações incríveis que formam um flipbook, ainda trouxemos uma forma inovadora de você ser uma das autoras junto com a gente!

Reserve o seu aqui agora mesmo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s