#Palavras do Pai

Lembre-se por que começou e continue #293

Certezas nascem com o tempo. Às vezes, só no final da jornada a fé (a prova do que não se vê, Hb 11.1) se materializa, de fato.

Nossa sede por acabar o que começamos e/ou nosso medo da inconclusão podem fazer com que matemos o que mal floresceu ou que insistamos por tão pouco tempo que nem tenhamos chance de contemplar o milagre presente naquela curva inesperada.

Somos (muito!) impacientes para os processos. Temos pressa de terminar, de resolver, de fazer a próxima coisa. Nossa sede pelo novo destrói a bênção de terminarmos com sucesso algo desejado, ainda que leve anos — “é justo que muito custe o que muito vale”, não?

Com mais frequência do que gostaríamos de admitir, nosso discurso e nossa prática não combinam. Paramos após a euforia inicial. Desistimos antes da alegria final.

Puxa! Estalar os dedos não resolve? Os medos não se dissipam com uma breve oração? A provisão não brota tão logo percebemos uma falta? Não. Não. NÃO!

A realidade de muitos de nós é esta: nos desesperamos antes de esperar. Desistimos antes de continuar. Recebemos sinais de que estamos no caminho certo, mas não os seguimos. Entramos num ciclo vicioso de começos, desistências e novos começos — e novos começos não são recomeços!

Tem hora na vida que a gente só precisa seguir aquilo que escolheu, enxergando o alvo final à distância e percorrendo o trajeto que se apresenta diante de nós.

Uma música do Ternoesaia diz assim:

"Canto uma canção com a coragem covarde de quem sempre acredita mas não passa da metade".

Você se enxerga como esse corajoso covarde? Então, avalie sua trajetória. Identifique por que parou onde parou (de novo). Qual motivo te levou a encerrar um projeto pelo qual, antes, você se animava? Feito isso, ore. Volte. Calce as sandálias novamente.

Lembre-se por que começou e continue.

(Isadora Bersot)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s