#Palavras do Pai

Pouco gerando muito

Eu costumava pedir a Deus grandes transformações, quando comecei a entender que elas são frutos de pequenas mudanças. Não quero mudanças expressivas e grandes; peço agora mudança de detalhes; considero-os mais importantes, porque fazem parte da essência. “O essencial é invisível aos olhos”, como bem disse Saint-Exupéry.

Não são as particularidades que diferenciam os indivíduos? Quero agora mudança naquilo que quase ninguém se atenta. No semblante, nas intenções do coração. No pensamento, no interior. Mudanças que começam minuciosamente e são capazes de moldar um caráter e de gerar uma revolução. De dentro pra fora.

Que seja pouca, mas contínua, a evolução.

 

(Isadora Bersot)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s