Rascunhos antigos

Jesus lifestyle #153

Já reparou no tanto de igreja que tem aí perto da sua casa? Especialmente se você vive em um contexto como no Brasil, de liberdade religiosa. Eu sou carioca, e certa vez ouvi um pastor de São Paulo dizer que ele nunca havia visto tanta igreja evangélica perto uma da outra, como na minha cidade. São templos, portinhas e casas que tem por objetivo reunir cristãos para compartilharem a palavra de Deus.

Li uma frase no twitter que dizia o seguinte:

Evangelho da prosperidade, evangelho triunfalista, verdade universal, verdade mundial, … Prefiro o Evangelho de Cristo! É CRUZ MEU IRMÃO!

Esse é um dos fatores que mais me intriga: por que as pessoas procuram a “auto-promoção” ? Por que criam tantos falsos evangelhos? Por que falam muito sobre prosperidade, e muito pouco sobre a cruz? Se o evangelho a ser pregado é “o mesmo”, porque tantas “richas” entre denominações, entre pastores, entre cristãos? Será que não falta uma vivência harmoniosa e em paz como a própria Bíblia nos ensina? Sim, obviamente.

Hoje em dia, ser crente virou moda. Seguir a Jesus virou “lifestyle“. O evangelho virou marketing. A bíblia virou estampa de camiseta. Seguir a Cristo tornou-se rentável.

Não posso criticar 100% tudo que tem acontecido com o passar dos anos, com a tecnologia, etc. Por um lado, é ótimo! A mensagem alcança lugares que antes eram impossíveis. Através da internet, sermões alcançam leitos de hospital. Gente que jamais conheceria a Jesus, ou se interessaria por Ele, está ouvindo e crendo! É empolgante! E também bíblico, quando Jesus nos ordena a ir até os confins da Terra divulgando o Reino.

O grande desafio disso tudo é que quem promove o Reino são pessoas, não anjos. E pessoas são más, ambiciosas, orgulhosas, hipócritas, arrogantes e mentirosas. A gente até tem discurso bonito, retórica boa, mas só Deus é capaz de investigar nossas intenções, endireitar nossos caminhos e purificar nossas mãos e coração.

No fim das contas, eu oro para que não nos enganemos diante das máscaras e que a gente não se perca dEle. Oro para que não sejamos nós aqueles que atrapalham a missão de Cristo no mundo, deturpando as Boas Novas. Oro para que, acima das nossas deficiências, inconstâncias e maldade, Deus nos faça pescadores de homens reais. Que nossa indignação com o mal que nos cerca se transforme em estímulo para fazer diferente. Que Ele repita, na nossa geração, o avivamento vivido pelas outras. E que Ele conclua Seu plano perfeito de Redenção da humanidade!

(Isadora Bersot)
Rascunho de 2012

 

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s