#Palavras do Pai

Quando não existe natal #104

Sim, o natal chegou em aqui em Tessalônica também. E no coração de uma nova amiga do oriente médio que hoje pode conhecer a Jesus e celebrar Seu nascimento! É engraçado pensar que na região onde o próprio Jesus nasceu ainda há perseguição aos que crêem nEle. 
Ontem fiz uma amiga do Irã que hoje está refugiada na Grécia. Hoje se trata de um país pobre, afundado em dívidas, mas rico o suficiente para concedê-la a liberdade que ela e seu marido precisam para crer e conhecer a Jesus. Aqui não irão matá-los por serem cristãos.

2016 pra eles foi marcado pela fuga de sua terra natal. Aqui, nas palavras dela, tudo é estranho e bom. Ela pode ler a bíblia e perguntar sobre Jesus. Será que nós, cristãos do Ocidente, precisaremos enfrentar situações como a deles para valorizar a Palavra e o Cristo? Sinceramente, eu espero que não.

Pra nós falar do natal é assunto repetido. É lembrança quase desnecessária, já que sabemos e conhecemos tanto! Mesmo que misturados com papai Noel, presentes e comida, a maioria de nós sabe falar sobre o nascimento de Jesus. O triste é que nossos conhecimentos “infantis” (aprendidos na infância), vão se perdendo com a idade e consequente aprendizagem de “histórias mais importantes”. A gente já não lembra mais os presentes dos reis magos para o bebê Jesus. A gente não lembra da estrela que os conduziu ou do coral de anjos que preparou a celebração. A gente esqueceu da Maria bem aventurada para conceber o Filho de Deus. Esquecemos dos detalhes recheados de tesouros… Precisamos retornar à alegria do nosso primeiro natal. Da nossa primeira celebração. Do primeiro entendimento do Deus nascido homem. Do primeiro amor.

Milagres acontecem todos os dias! Pra minha amiga é celebrar o Natal, porque hoje ela pode crer no nascimento do Salvador. Pra mim é celebrar o Natal também, porque hoje eu conheço uma família que me fez lembrar dos tantos motivos que eu sempre tive para celebrar. E o Espírito Santo continua sendo o melhor em produzir cada um deles, de dentro e de fora. 

Que o Deus nascido em carne através de Jesus e vivendo entre nós hoje por meio do Espírito Santo continue nos ensinando, mesmo quando nosso coração enganoso garante saber tudo. Este natal pode ser diferente! 

(Isadora Bersot)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s